21º DIA – JEJUM DE ESTER

julho 24, 2016 in Pra Cristina Medeiros

21º Dia – 24/Julho/2016 – FAZENDO PARTE DA MUDANÇA DE SORTE – Et. 8:6-8, 11, 12

- Sorte significa força que determina ou regula tudo quanto ocorre, e cuja causa se atribui ao acaso das circunstâncias ou a uma suposta predestinação. Destino, sina, adversidade, fatalidade; má sorte. – Espiritualmente significa o destino que o diabo impõe, pois desde o Éden o inimigo vem sentenciando o homem, com o plano de destruir tudo que foi estabelecido pelo Senhor Deus. A perda de soberania em Adão levou o homem a andar caído e aceitar a sentença do inimigo. Através de Hamã a maldição do pur foi lançada de tal forma que a destruição atingiria a Mordecai, Ester e todo o povo judeu para consumi-los completamente. O pur era uma sentença de morte, sem alternativas de saída.

- As estratégias do diabo para não vivermos a mudança de sorte – II Co. 2:11 – Gl. 6:7, 8
- A nossa santidade é primordial nessa guerra porque obviamente se fizermos a vontade do diabo, colheremos a vontade do diabo. Ele tenta nos fazer enxergar que não há alternativas. Nos faz ignorar os seus desígnios. Atraindo para os mesmos. Fazendo desprezar o mundo espiritual. Não permite perspectiva de vitória. Tirando-nos do campo de batalha. É o pur do diabo. – E como conseqüência abrirmos mão do chamado, da santidade e do caminho com Deus. – Mas, Mordecai e Ester não eram apenas escravos judeus, que viveram num primeiro momento a má sorte porque viveram nas mãos do inimigo, vendo-o ocupar o lugar que lhes pertencia, tendo seus bens saqueados, sem poder dizer nada, sabendo haver uma sentença de morte. Submetendo-se a usar vestes de tristeza. Sem futuro familiar, tendo suas vidas marcadas pelo insucesso. Eles viveram tudo isso, porém, se mobilizaram debaixo do envio – do chamado que o Senhor os havia feito. – Deus sempre nos dá uma nova oportunidade. As sentenças são afastadas quando tomamos um posicionamento espiritual. Mudando a Sorte e quebrando o destino que satanás havia colocado para destruir a nossa vida. – Ainda que Mordecai e Ester vivessem no exílio, creram no resgate da sua soberania e trouxeram para o seu povo a mudança de sorte.

- A mudança de sorte consiste em:

- Deus pegar a própria condição contrária para transformar a maldição em bênção – a palavra Purim (mudança de sorte) deriva da palavra Pur (sorte). Significa que da própria maldição Deus vai produzir em nós o milagre. Por isso nada é definitivo em nossa vida, a não ser aquilo que vem de Deus!

- Deus opera essa mudança de sorte da seguinte maneira:

1º – MUDANDO A NOSSA PRÓPRIA VISÃO PESSOAL:

a) Tendo visão empreendedora e ousada –  Mordecai enxergou o que ninguém enxergou – que Ester poderia ser rainha; Só pode ter a sorte mudada aquele que consegue captar uma visão de Deus (se os teus olhos forem bons…) A visão de Deus muda todas as coisas.
· Qual era o status pessoal de Ester? Escrava! Quais são as perspectivas de uma escrava?  não muda nunca – nem vai mudar. Deus mudou uma peça chave: colocou Ester num concurso de rainha – a partir daí tudo mudou, a começar de condição pessoal dela, Ester. Mas pra que essa condição pessoal pudesse mudar foram necessários alguns fatores que nós precisamos para viver essa mudança de sorte.

b) Tendo iniciativa. Alem de enxergar, Mordecai teve a iniciativa ousada de inscrever Ester no concurso. Muitos só enxergam – sonham – contemplam de longe, mas a iniciativa (no Senhor) que temos, Deus usa para mudar a nossa sorte; Uma pessoa de iniciativas é uma pessoa de sucesso.

c) Tendo desprendimento (estar desembaraçado da sua própria condição – vencer a si mesmo). Ester, para ser rainha, precisava estar livre do estigma. Não podia ser uma escrava no espírito, ter a mente de escravidão. Ester precisava ser uma pessoa liberada. É impressionante – porque na condição dela – podia ser uma pessoa problemática, revoltada, cheia de traumas, pesada, mas não – Ester estava pronta (“acabou meu tempo de escrava? Amém. Agora vou reinar. Vamos lá. Eu estou na bênção e na vontade de Deus”). Se você estiver pronto, Deus vai mudar a tua sorte diante dos teus olhos!!!

 2º- DEUS MUDA NOSSA SORTE, MUDANDO A SORTE DO INIMIGO:

· Quem era Hamã? O todo poderoso da Pérsia – mandava prender e mandava soltar – todo mundo tinha que se inclinar diante dele como se fosse o rei. E, o pior, esse homem todo cheio de poder era inimigo do povo de Deus. Quem já teve um inimigo como Hamã? É só Deus fazendo uma obra mesmo! Não tem chance humana (além de tudo ele ainda era amigo do rei!). Só que acima de Hamã, acima do próprio rei, tinha um Deus poderoso que interferia! E nós temos um Deus poderoso que interfere pra mudar a nossa sorte. Amém!

Quem era Mordecai? Um anônimo. Um ninguém. Até que um dia Deus incomodou o rei Assuero – começou a ler as crônicas… Deus mudou tudo – Mordecai ficou conhecido por causa da sua fidelidade, Ester alcançou graça e se tornou rainha – e Hamã? Hamã começou a cair em desgraça diante da unção e por fim, quando já estava caindo tropeçou em Ester! Is 10: 27 – “a unção despedaça…” O diabo tropeçou na pessoa errada! Você vai viver Dt 28:7 – Amém!

3º- DEUS MUDA A NOSSA SORTE, DANDO GRAÇA DIANTE DO REI:

O rei Assuero amou a Ester. Essa graça vem do Senhor – Ele é quem coloca do Seu próprio sentimento no interior das pessoas que se relacionam conosco a fim de que sejamos abençoados, para que as portas impossíveis se abram. Profetizamos que o Senhor está te dando graça diante dos homens – diante dos teus familiares – diante dos poderosos da terra e as portas vão se abrir, em nome de Jesus! Leia Mq. 2:13.

- Quando Deus muda a sorte, dessa maneira também mudam:

1)    Os relacionamentos;

2) A condição pessoal;

3) As perspectivas;

4) A expectativa dos sonhos;

5) A condição financeira;

6) Tudo.

- Quando conscientemente desejamos fazer parte da mudança de sorte – Sf. 3:15-20
A postura vitoriosa de Mordecai, desde o primeiro momento de nunca ter se dobrado diante de Hamã, garantiu a vitória para ele e todo o povo judeu. Mordecai e Ester em todo tempo tiveram um posicionamento de fé. Et. 3:2 – Não se dobraram diante das más noticias. Entenderam que a promessa é maior do que a adversidade. Na verdade quem anda na dependência do Senhor enxerga a Sua Glória.

E quando nós nos revestimos da Autoridade que estava sobre Mordecai e Ester, temos duas atitudes:

1 – Não brincamos com Deus, mas tomamos posse das verdades espirituais.

2 – Plantamos a vontade do Senhor em nós, para que o Seu desejo se derrame sobre nós.

E o Senhor mudará a nossa sorte da seguinte maneira:

1º – Quebrando as sentenças do diabo que eram contra nós. Ou seja, tudo aquilo que é para o mundo um padrão não serve em nós. De escrava a rainha. De mendigo a primeiro ministro.

2º – Mudando a lei para nos abençoar e nos beneficiar. Até mesmo aquelas que ele mesmo estabeleceu. Exemplo: Mandar o sol e a lua pararem, leão não comer carne, um homem andar por sobre o mar, fogo não queimar o corpo, o mar se abrir…

3º – Rasgando os diagnósticos para mudar a nossa sorte – Cl. 2:14

- Atitudes que nos acontece quando sabemos que o futuro está em nossas mãos e que fazemos parte da mudança de sorte:

1 – Resgatamos a alegria e não nos dobramos diante das tristezas – Et. 9:22 – A alegria que eles viveram foi resultado da obra impossível que foi realizada, no mesmo dia da sentença de morte, veio o grito de alegria. Sl. 30:5 – Porque não passa de um momento a sua ira; o seu favor dura a vida inteira. Ao anoitecer, pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã. O Senhor é o nosso livramento. Ele cria para nós alegria – Is. 65:18. Deus muda o nosso semblante – Pv. 15:13

2 – Passamos a viver a festa, o luto já não existe mais – Et. 9:19 – O tempo de festa marcado pelo Purim foi efetivado para ser celebrada perpetuamente – Et. 9: 28 e que estes dias seriam lembrados e comemorados geração após geração, por todas as famílias, em todas as províncias e em todas as cidades, e que estes dias de Purim jamais caducariam entre os judeus, e que a memória deles jamais se extinguiria entre os seus descendentes., o som festivo estaria presente para sempre, isto jamais caducaria. O luto é um tempo definido para chorar pela morte, mas a festa não tem tempo para acabar. Nós celebramos porque temos muitas realizações. A mudança de sorte chega para nós trazendo a marca de grandes realizações. – Leia: Is. 61:3

3 – Vivemos a paz e não deixamos de celebrar cada conquista – Et. 9:22 - Vivemos a paz, pois os nossos inimigos estão debaixo dos nossos pés, não tem mais perturbação, nem intimidação, este é o tempo de paz – Fp. 4:9. A celebração do povo de Israel foi acima dos despojos conquistados dos que queriam ameaçá-los, esta mudança de sorte está sobre a nossa vida hoje, é tempo da nossa honra.

- Quando o Senhor derrama desse poder se manifestam as bênçãos da mudança de sorte:
1 – Autoridade para profetizar no vale de ossos secos. Fomos salvos pelo poder da ressurreição.

2 – Temos um futuro abençoado, haverá bom futuro. Ou seja, a verdade de Deus suplantará todas as nossas dificuldades.

3 – Temos sonhos, porque renascemos no Senhor. O Senhor já mudou a nossa sorte. A nossa sorte foi mudada, significando a ressurreição e nossa nova vida no Senhor. Servimos ao Deus que nos dá sonhos. Leia Et. 8:16

Declare: “Toda enfermidade na alma, toda enfermidade no corpo, espírito de pessimismo e tristeza já não tem espaço em minha vida, porque esse espaço foi totalmente ocupado pela alegria do Senhor e pela minha salvação. Hoje a minha mudança de sorte traz: ressurreição, resgate de tudo aquilo que o diabo me roubou e a completa certeza de que Deus está no controle da minha vida. “

- A ordenança de Mordecai foi que se comemorasse com grande festa o Dia do Purim (da mudança de sorte) – que se fizesse banquetes… e a ordenança de Deus para o Seu povo é esta: que nós façamos festa pela mudança de sorte que Ele já nos deu;

- Porque viver a mudança de sorte passa por uma ação profética nossa. E agora, profeticamente, nós vamos fazer uma grande festa para celebrar a mudança de sorte que o Senhor já nos deu – ministerialmente, financeiramente, no casamento, na família, no corpo, na alma!

- Vamos comemorar a mudança de sorte nas verdades de:

- Fp. 1:6 e Rm. 8:31, 32 – Ele já nos deu a salvação, agora Ele vai completar a obra em todas as áreas da nossa vida!!!

Que o Senhor continue a te abençoar e a te fortalecer para juntos estarmos celebrando a Festa de Purim, declarando os grandes feitos do Senhor em nossas vidas. Continue neste mover e receba as bênçãos que o Pai já tem liberado para a sua vida e família. Faça a sua parte!