INTERCESSÃO

A oração é o meio de comunicação mais incrível que existe. Então, vamos orar juntos?

A OBRA DE DEUS E A OBRA DOS HOMENS

As pessoas quando se aproximam de Deus querem saber como se faz para realizar a obra de Deus. Geralm

DEUS AGE PRIMEIRO

Zacarias 8:9 – Assim diz o Senhor dos Exércitos: “Vocês que estão ouvindo hoje estas

 

ESCOLA BÍBLICA – GINCANA DOS TALENTOS

novembro 30, 2012 in Pra Cristina Medeiros

ESCOLA BÍBLICA - GINCANA DOS TALENTOS

ORIENTAÇÕES 28º DIA – JEJUM DE ESTER – 28/11/12

novembro 27, 2012 in Pra Cristina Medeiros

FOCO DE 28 DIAS – JEJUM DE ESTER – 4ª ETAPA – 7 DIAS  - 22/11 a 28/11/2012

28º Dia – 28/Nov/2012 – VIVER O PURIM TODOS OS DIAS DAS NOSSAS VIDAS – Et. 9:25-32

- Este é o último dia deste jejum maravilhoso, onde buscamos a unção, a revelação, o fortalecimento, a promessa e a vitória espiritual. O seu posicionamento te habilitou para a Festa do Purim. Comece à partir de hoje a viver todos os dias de sua vida o purim, Jesus mudou a tua sorte, cancelou toda sentença contra a tua vida, rasgou a cédula que era contra ti – você está livre! Aleluia!

O QUE SIGNIFICA VIVER O PURIM TODOS OS DIAS DAS NOSSAS VIDAS?

1 – Ter os ímpios fora do caminho definitivamente – Jó 20:28, 29

2 – Ter os livramentos garantidos para sempre – Sl. 37:28, 29

3 – Viver dia a dia a alegria e o regozijo, não mais o clamor – Sl. 90:14, 15

4 – Viver tempos de paz e verdade – Zc. 8:12

5 – Deixar um patamar para a próxima geração – Sl. 89:4 e 36

RECEBEMOS HOJE A COROA REAL, POIS:

1 – O cordeiro tirou-a do príncipe deste mundo – Et. 8:15, 16 – I Cr. 20:2

2 – Com a mente de Cristo pudemos recebê-la – Et. 5;8 – Pv. 4:7, 9

3 – Até os traidores cooperam conosco – Et. 7:8, 9I Sm. 1:10

COM A COROA DO CORDEIRO (JESUS, O LEÃO DA TRIBO DE JUDÁ) NA CABEÇA:

- Ap. 5:,6,12 e 13 – Ap. 6:2

1 – Recebemos um reino que domina sobre tudo;

2 – Tornamo-nos reis e sacerdotes;

3 – Saímos vencendo para vencer – Rm 8:37

4 – Milhões de anjos nos ajudam;

5 – Recebemos o domínio pelos séculos do séculos;

6 – Recebemos: Honra poder, sabedoria, força, louvor.

Declare: “Eu declaro que a partir deste jejum, estou habilitado, vou viver as 28 bênçãos profetizadas nesses dias. Profetizo que todas as palavras proféticas ministradas estão sobre a minha vida e sobre a minha família para todo o nosso futuro. Profetizo que vou viver o melhor desta terra. Profetizo que acabou o tempo da porção pequena e declaro que hoje estou entrando na porção transbordante, na porção sobejante para viver durante todos os meus dias. Declaro II Tm. 4:8 “Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda.” Em nome de Jesus, amém!”

Que o Senhor continue te abençoando, te fazendo prosperar e principalmente te conduzindo para o centro de sua vontade, a fim de que você venha manifestar o propósito de sua vida nesta terra.  Viva o Purim, Jesus mudou a sua sorte e quebrou todas as sentenças que eram contra a tua vida. Você é livre para adorar ao Rei.

Participe da Celebração da Festa do Purim nos dias 27 e 28/Novembro  e tome posse das promessas que o Pai liberou sobre a tua vida, sobre a tua família.

Feliz Purim!

portas_abertas

ORIENTAÇÕES 27º DIA – JEJUM DE ESTER – 27/11/12

novembro 26, 2012 in Pra Cristina Medeiros

FOCO DE 28 DIAS – JEJUM DE ESTER – 4ª ETAPA – 7 DIAS  - 22/11 a 28/11/2012

27º Dia – 27/Nov/2012 – VIVER A FESTA DO PURIM – Et. 9:16-22-26 – Is. 61:7

- Estamos chegando ao penúltimo dia deste jejum maravilhoso, onde buscamos a unção, a revelação, o fortalecimento, a promessa e a vitória espiritual. O seu posicionamento habilitou a Festa do Purim.

- Vemos que Ester, Mordecai e todos os judeus enfrentaram um período de grande guerra, mas souberam ter as atitudes corretas, e infelizmente muitas pessoas no dia da guerra, em meio a pressão não sabe ter a postura certa que agrade a Deus.

- Eles jejuaram, buscaram a vontade de Deus e obtiveram suas vitórias, porque depois da tempestade vem a bonança, depois da maldição vem a benção, depois da cruz vem a ressurreição. Pur significa lançar sortes, e no dia que os judeus seriam mortos, aconteceu o contrário, Deus reverteu a situação e transformou em “Purim” que significa a mudança da sorte, a quebra da sentença.

- Muitas pessoas vivem contando com o “acaso”, dizem “se der sorte eu vou vencer”, mas a mudança da sorte acontece pelos posicionamentos espirituais, que habilitam a mudança da sorte. Leia Sf. 3:20

- Tenha a certeza que a partir deste jejum, Deus está inaugurando um tempo novo em todas as áreas de sua vida, Ele quer mudar tua sorte, tua história e transformar teus caminhos, comece a celebrar, é Festa do Purim! Leia Et. 8:16 e declare sobre a tua vida esta Palavra.
JESUS CRISTO É O NOSSO PURIM

- Sf. 3:15 – Nós estávamos mortos em nossos delitos e pecados, condenados, setenciados, mas Jesus Cristo veio nos trazer o milagre do perdão, da restauração, veio romper o véu que nos separava de Deus e rasgar toda sentença que nos era contrária. - Cl. 2:14 – Por isso Jesus é nosso Purim, por meio Dele todas as sentenças já estão quebradas em sua vida!

ESSA GRANDE VERDADE ESPIRITUAL GERA 3 CERTEZAS:

1ª – As sentenças de Hamã não passaram de ameaças I Jo. 5:18 – O diabo é especialista em acusar e ameaçar, muitos caem pela ameaça (Elias), mas fortaleça o teu coração, pois são só ameaças, maior é o poder de Deus em sua vida, o maligno não vai tocar em sua vida.

2ª- Pude me defender, pois tenho a autorização do Rei – Et. 9:16 - Não podemos ser passivos diante das ameaças do inferno, não nascemos para fazer a vontade do diabo. Pode sair para a guerra tendo a certeza que você tem a procuração do Rei! Se disponha como Mordecai e Ester para se defender!

3ª Sou diferente – Et. 9:16 – A lei de guerra diz que o vencedor se apropria dos despojos do inimigo, mas os judeus venceram e não tocaram nos despojos, isso porque não iriam tocar em nada contaminado e também entendiam que era o tempo de se defender. Por esta razão eles eram diferentes! Temos que ser diferente, não podemos ficar parecidos com o mundo! Deus tem uma porção maior para sua vida!

VOCÊ VAI RECEBER AS BENÇÃOS DECORRENTES DA FESTA DO PURIM

1º- O poder para resistir e vencer – Não podemos nos conformar com as coisas ruins que acontecem, pois fomos chamados para transformar situações, temos autoridade para resistir ao diabo. - Tg. 4:7 – Resistir significa persistir, e você tem que perseverar, por isso permaneça orando, jejuando, crendo que Deus tem vitórias para sua vida. Jesus resistiu a satanás no deserto e os anjos o serviram;

2º- O direito de ser restituído – Restituição é sinal de honra. Deus tem como promessa a dupla honra, em tudo o que você foi roubado.

3º- O direito de reinar – As mentiras, os problemas não vão mais reinar em sua vida, porque o domínio de sua vida pertence a Jesus Cristo. – Reinar é andar em soberania, em autoridade, sobre as águas e ser reconhecido.

A FESTA DO PURIM SERÁ ETERNA EM SUA VIDA

- Et. 9:28 – Deus está marcando um tempo novo em sua vida e na sua família. O Purim não vai “caducar” em sua vida, ou seja, esta benção não tem prazo de validade, mas ela é eterna.

Declare: Eu profetizo que vou viver a Festa do Purim, que vou viver tudo que o Pai planejou para a minha vida. Profetizo que o Purim não vai caducar em minha vida, e que chegou o tempo de ver as promessas de Deus realizando-se em minha vida, em nome de Jesus, amém!

portas_abertas

 

A FESTA DE PURIM E SEU SIGNIFICADO

novembro 26, 2012 in Pra Cristina Medeiros

A FESTA DE PURIM E SEU SIGNIFICADO

Segundo os registros do livro de Ester, a festa de Purim comemora o dia da vitória do povo judeu sobre os povos inimigos na época do Rei Assuero, medo-persa, durante o cativeiro dos judeus na Babilônia. Hamã havia emitido um decreto sem o conhecimento total do rei Assuero, determinando que o povo judeu deveria ser exterminado da terra sem qualquer direito de defesa.

Segundo a lei medo-persa, como qualquer decreto, após emitido, não poderia mais ser revogado nem pelo próprio rei, a solução encontrada por Mordecai e pela rainha Ester foi a de se emitir um segundo decreto, dando o direito aos judeus de se defenderem. Deus honrou o Seu povo e o fez prevalecer, fazendo cair por terra o plano inimigo de extinguir o povo de Deus da face da terra.

No calendário hebraico, a festa de Purim é comemorada nos dias 14 e 15 do mês de Adar, conforme Ester 9:20-22,26:

“Mordecai escreveu estas coisas e enviou cartas a todos os judeus que se achavam em todas as províncias do rei Assuero, aos de perto e aos de longe, ordenando-lhes que comemorassem o dia catorze do mês de adar e o dia quinze do mesmo, todos os anos, como os dias em que os judeus tiveram sossego dos seus inimigos, e o mês que se lhes mudou de tristeza em alegria, e de luto em dia de festa; para que os fizessem dias de banquetes e de alegria, e de mandarem porções dos banquetes uns aos outros, e dádivas aos pobres… Por isso, àqueles dias chamam Purim, do nome Pur. Daí, por causa de todas as palavras daquela carta, e do que testemunharam, e do que lhes havia sucedido…”

No nosso calendário, a Festa de Purim será comemorada em 27 e 28 de novembro de 2012.

Purim é uma palavra hebraica derivada de outra palavra hebraica Pur, mas que muito provavelmente vem da palavra assíria puru, que se refere aos dados de jogos que são lançados para se determinar a sorte de algo. Foi assim que Hamã lançou o Pur e determinou que, no 13º. dia do mês de Adar, o povo da aliança de Deus, os judeus, deveria ser exterminado da face da terra.

Apesar de o livro de Ester nunca mostrar algum dos nomes hebraicos do Senhor, é visível Sua presença e como Ele influencia os fatos e os tempos para favorecer o Seu povo. Conhecer os tempos de Deus é fundamental para se avançar no Reino. E isso tem que ser uma chave bíblica para nós, também. Ester, sendo judia, foi feita rainha entre os medo-persas, ao lado do rei Assuero. O tio dela, Mordecai, ficou às portas do palácio do rei, e o salvou de uma trama inimiga para matá-lo. Temos que nos posicionar às portas do Rei para vigiarmos com Ele, porque Ele quer nos revelar as tramas inimigas para que, por meio do poder de Deus, possamos impedi-las e desfazê-las antes de serem concretizadas. Profetizamos que você descobrirá as tramas do inimigo contra a sua vida e as neutralizará pelo poder da sua oração.

Hamã, conselheiro do rei, era agagita (Ester 3:1-10; 8:3-5). Significa que Hamã era amalequita, porque Agague (de onde vem o termo agagita) era rei dos amalequitas (1 Samuel 15:8). É muito importante que entendamos um pouco da genealogia de Amaleque.

Amaleque era o neto de Esaú (Gênesis 36:12) e exterminou todos os habitantes da área compreendida entre a península do Sinai e o deserto de Neguebe. Os amalequitas foram os primeiros a atacar Israel depois do Êxodo, em Refidim. Desde então, todas as ocorrências de ataques amalequitas na Bíblia sempre são tentativas de se exterminar o povo de Deus. Leia Números 24 para estudar mais a respeito. Em Êxodo 17:16, o Senhor faz uma importante revelação ao Seu povo. Ele diz:

E disse: Porquanto jurou o Senhor que ele fará guerra contra Amaleque de geração em geração.” A iniqüidade dos amalequitas era tanta que o Senhor chegou a mandar que Saul os exterminasse por completo (1 Samuel 15:2-3). Porém, Saul desobedeceu. Historicamente, o povo amalequita foi exterminado somente no século 8 a.C. (1 Crônicas 4:43). Mas o espírito amalequita permaneceu ao longo da história (até os nossos dias), cumprindo o que o Senhor disse em Êxodo 17:16.

Quando o Senhor afirma que fará guerra contra Amaleque de geração em geração, significa que a guerra continua até hoje e é perfeitamente possível determinar que o espírito do anticristo está totalmente ligado ao espírito amalequita. O objetivo do espírito do anticristo será sempre exterminar o povo de Deus, e sempre tentar denegrir Jesus Cristo diante da sociedade. Anticristo literalmente significa em oposição a Cristo.

Hamã foi alimentado por uma raiva incontrolável do povo de Deus – fato que se agravou ainda mais quando Mordecai não se prostrava diante dele, e quando o próprio Hamã foi obrigado a honrar Mordecai na frente de toda a população da Babilônia. Hamã então decide exterminar o povo judeu. O histórico de Adolph Hitler é surpreendentemente parecido com o de Hamã. Desde pequeno, já era influenciado pelo espírito do anticristo a odiar os judeus – o resto, a própria História nos conta. A biografia de Adolph Hitler nos mostra que sua raiva pelo povo judeu vinha da criação dada a ele, desde a infância, por parte de seus antepassados, por tradição. Isso impregnou o caráter de Hitler – não era algo que surgiu em Hitler somente quando ele assumiu o poder na Alemanha. O espírito do anticristo tornou-se mais nítido em Hitler quando atingiu a posição de liderança no Partido Nazista. Seus discursos anti-semitas literalmente hipnotizavam as massas. E assim, finalmente o espírito do anticristo colocava em prática, novamente, o seu intento de exterminar o povo de Deus, agora na Alemanha nazista.

Hamã, igualmente, não passou a ter raiva dos judeus somente porque Mordecai não se prostrava diante dele. Era algo que vinha de sua criação, do ódio dos amalequitas pelo povo de Deus que passava de geração em geração – era uma iniqüidade constantemente alimentada. Tanto, que Hamã resolveu punir toda a população judia, não somente Mordecai.

Mas Deus levantou Ester. Um dos significados do nome Ester é escondida. Ela era a arma secreta de Deus. E com isso o inimigo não contava. Ester era intercessora. Ao saber do edito de Hamã, jejuou e orou por três dias. Comunicou-se com Mordecai, que levou todo o povo de Deus a fazer o mesmo. Intercederam, jejuaram e finalmente Hamã foi desmascarado e morto em sua própria forca.

A rainha Ester foi intercessora, ficou na brecha, mas contava com o auxílio de seus irmãos. Nós, Igreja de Jesus, temos um ajudador que é o Espírito Santo. Ele intercede por nós com gemidos inexprimíveis. Mordecai é, no texto da rainha Ester, a figura do Espírito Santo que denunciava as artimanhas do inimigo. Todos nós precisamos da figura tremenda do Espírito Santo e do ministério tremendo da intercessão.

Decrete em sua vida que você é uma arma secreta de Deus para ver os seus inimigos enforcados nas próprias forcas que haviam preparado para você!

Por fim, Deus honrou ao Seu povo, que ganhou o direito de se defender e derrotou os inimigos no dia 13 do mês de Adar. Assim, a existência do povo de Deus foi preservada. Os planos do inimigo foram impedidos!

A Festa de Purim fala de Jesus, o nosso Grande Intercessor; do Espírito Santo o nosso Ajudador; do ministério de intercessão da Igreja. A intercessão quebra todo decreto do inimigo sobre nós: laços de miséria, de ruína, de pobreza. Porém, quando estamos em vigilância o inimigo não nos toca.

Purim celebra exatamente isso: que nosso Deus muda a história da nossa vida, se o buscarmos de todo o nosso coração. A morte se transforma em vida, a tristeza em alegria, as lágrimas em riso. E Ele faz assim até hoje. Essa festa não está entre as festas fixas e solenes escritas em Levítico 23, mas faz parte da história do povo judeu, guardada até os dias de hoje e nos lembra que a mão do Senhor é sobre nós.

Purim é a festa do livramento de morte. Purim é mudança da sorte. Purim é a festa da oração respondida. Purim é a celebração da vida, da vitória do povo de Deus sobre o decreto do inimigo. Purim é resgate. Purim é o estabelecimento de um novo tempo. Decrete o mesmo em sua vida hoje!

O livro de Ester foi escrito para demonstrar que:

  1. Deus jamais abandonará o seu Povo;

2. O poder de Deus sempre sobrepujará o poder do inimigo;

3. A intercessão faz a história e acelera o cumprimento da Palavra de Deus aqui na terra;

4. Os decretos que Deus emitir em sua vida serão sempre superiores aos decretos do inimigo sobre a sua vida e;

5. Devemos orar pela paz em Jerusalém.

Então, comemore a Festa de Purim com este sentimento:

1. De que a Igreja do Senhor Jesus Cristo na terra tem o poder hoje para guerrear e impedir que o espírito do anticristo realize extermínios do povo de Deus aqui na terra.

2. De que finalmente o Senhor Jesus, quando voltar, derrotará o anticristo em pessoa. Isso é fato. No mundo espiritual já foi consumado. Temos que ligar os céus aqui na terra.

Vamos nos alegrar! Vamos celebrar!

louvor

ORIENTAÇÕES 26º DIA – JEJUM DE ESTER – 26/11/12

novembro 25, 2012 in Pra Cristina Medeiros

FOCO DE 28 DIAS – JEJUM DE ESTER – 4ª ETAPA – 7 DIAS  - 22/11 a 28/11/2012

26º Dia – 26/Nov/2012 – TER AS BÊNÇÃOS DO PURIM – Et. 9:17, 18, 26-29

O PUR e o PURIM

- O terno Pur no hebraico quer dizer sortes. Uma sorte é a sentença que pesa sobre a vida de uma pessoa. Espiritualmente o Pur é o plano que o diabo escreveu a nosso respeito.
- O Purim é aquilo que Deus determinou nas nossas vidas. Estarmos na Igreja hoje demonstra que optamos pelo Purim e não aceitamos o Pur do diabo.

- O Purim frustra as expectativas do inferno. A expectativa do inferno é que tropecemos e entreguemos as promessas, mas o Purim significa que o plano do inimigo foi frustrado.

- Na Pérsia, quando o inimigo soube que os seus planos foram frustrados, eles temeram o povo de Deus.

- Da mesma forma hoje, o inimigo sabe que os planos dele foram frustrados, porque Deus tem um plano muito maior para a nossa vida. O Senhor vai nos levantar em meio aquilo que o inimigo queria destruir.
PARA VIVERMOS AS BÊNÇÃOS DO PURIM É NECESSÁRIO:

1º- Operacionalizar o direito de resistirEt. 8:11 - Isto significa que nós fomos chamados para transformar situações. – O poder de resistência está no corpo. Este poder de resistência significa resistir o que humanamente não se pode. É uma determinação espiritual que extrapola a força carnal. O diabo não suporta um homem resistente. Quando pagamos um preço de resistência desmontamos o diabo. Quando pagamos um preço de resistência o melhor de Deus vem para as nossas vidas. – Resistência significa não dar espaços ao diabo – Ef. 4:27

- Esta resistência consiste em:

1 – Defender a fé, a visão, o chamado, os valores, aquilo que recebemos e quando resistimos pela obra, resistimos por todas as coisas;

2 – Se preparar para ser um instrumento da vingança do Senhor. O poder de resistência é o fator determinante do plano de Deus. Toda grande obra começa pelo poder de resistência. Pela nossa resistência seremos honrados.

2º- Mudar a motivação do coração

- Aquele povo já estava sentenciado. Talvez muitos já estavam se entregando. A entrega é o maior de todos os roubos. Mas, Deus tinha levantado a Mordecai que tinha uma disposição incontaminável, que não se envolveu com a fraqueza do povo e não recebeu aquele sentimento coletivo de derrota. No coração de Mordecai tinha uma certeza: há um Deus que pode mudar todas as coisas. – Leia: II Co. 1:9, 10 – Não adianta ninguém falar o contrário. Se Deus quiser nos livrar, Ele vai nos livrar. Porém, para que isso aconteça a sua motivação tem que ser a motivação de Deus. Uma das coisas que mais incomoda o diabo, é você ser persistente naquilo que você crer.

3º- Ocupar o nosso lugar espiritual – Et. 10:2, 3

- A humilhação é o caminho da exaltação. Lembre-se, Mordecai passou por humilhação, mas o Pai o colocou no lugar mais alto. O Senhor transformou as situações. Este é o nosso direito. O nosso direito espiritual é ocupar o lugar espiritual que o Senhor determinou.
- Leia: Ef. 1:21 – O Purim quer dizer: Is. 61:7 – Dt. 28:7 – Is. 54:17
O PURIM SIGNIFICA:

1º- Estar debaixo da proteção do Rei – Ez. 16:8 – O rei Assuero tinha selado aquela lei de morte, mas quis proteger a sua esposa a rainha Ester. Ester tipifica a Igreja que é colocada debaixo da proteção do Rei. Nós somos protegidos do Rei.

2º- O direito de viver a alegria do Senhor – Et. 8:16 – Fp. 4:4 – Sl. 51:12 – Nós já choramos demais, nós já sofremos demais, o Senhor vai nos dar uma unção de alegria. Alegria é uma mudança interior. Significa que a presença de Deus está na minha vida, porque ela independe daquilo que eu tenho, daquilo que eu recebo ou de onde eu estiver. É um dom do Espírito Santo que está dentro de nós. Alegria é aquilo que o Senhor planta em nosso coração. A nossa alegria está na salvação que recebemos do Senhor.

3º Mudança de sorte – Am. 9:14 – Sf. 3:20 – Mudança de sorte representa que o inimigo não tem poder de determinar o nosso futuro. O Purim é a mudança do nosso status espiritual.
- Mudança de sorte é: a mudança de maldito em abençoado; a mudança de estéril em fértil; a mudança de endividado em empresário; a mudança de tímido em ousado; a mudança de ossos secos em grande exército; a mudança de problemático em resolvido; a mudança de choro em alegria; a mudança de lamento em canto de vitória; a mudança de derrotado em vitorioso; a mudança de amarrado em livre; a mudança de cauda em cabeça; a mudança de água em vinho.

Declare:Eu recebo profeticamente todas as bênçãos que o Senhor tem no Purim para minha vida. Profetizo que viverei a alegria, o regozijo, a realização. Desfrutarei de banquetes e festas. Profetizo que acabou o tempo do opróbrio, da porção pequena. Declaro que inicia um tempo pleno do Purim, em nome de Jesus, Amém!”

portas_abertas

ORIENTAÇÕES 25º DIA – JEJUM DE ESTER – 25/11/12

novembro 24, 2012 in Pra Cristina Medeiros

FOCO DE 28 DIAS – JEJUM DE ESTER – 4ª ETAPA – 7 DIAS  - 22/11 a 28/11/2012

25º Dia – 25/Nov/2012 – PROSPERAR NA TERRA DO ÍMPIO – Et. 8:16 – 10:3

Segundo o dicionário prosperar significa:

- Ir em aumento, aumentar pouco a pouco, progredir, favorecer o progresso, desenvolver-se, afortunado, enriquecer. O único que pode nos colocar em prosperidade, neste crescimento em todas as áreas de nossa vida e fazer com que sejamos bem sucedidos, bem aventurados em tudo o que fizermos e onde estivermos, é o Senhor Deus Criador de todas as coisas, Pai das luzes em Quem não há variação ou sombra de mudança. Prosperidade implica progresso, bem-aventurança. O dia-a-dia demonstra aqueles que realmente são prósperos. Prosperidade é uma capacitação de Deus para aqueles que têm uma aliança com o Senhor.

A PROSPERIDADE VEM COMO FRUTO DE UM ENVIO

- Na Palavra, temos exemplos de homens que prosperaram na terra do ímpio, como:

Mordecai – prosperou no reino Persa de Assuero.

Abraão – prosperou numa terra que até então desconhecia – Gn. 12:1 – 13:2

Isaque – prosperou e ficou riquíssimo na terra dos filisteus – Gn. 26:13, 14

Jacó – prosperou na terra de Labão – Gn. 30:43

José – prosperou na terra do Egito

Daniel – prosperou na Babilônia

Nós aqui na terra, neste mundo – I Jo. 5:19 – O mundo jaz no maligno, mas é no mundo o lugar que o Senhor nos fará de prosperar. Leia Sl. 25:12

- Para prosperar na terra do ímpio precisamos ter características do Espírito Santo que devem fazer parte das nossas características pessoais:

1. Ser Honesto – o homem honesto trabalha com as suas limitações e por isso é próspero. Eliseu era assim diante dos presentes de Naamã.

2. Ser Ajuizado – significa ter juízo sobre si, controle, domínio próprio (José)

3. Ser estrategista – como Mordecai, planejou e levou o povo a um grande livramento.

4. Ter desejo de Trabalhar – você vai ter força de trabalho, como Neemias, não parou a obra.

5. Ser desenvolvido, investir na educação, formação sempre se aperfeiçoar, Daniel na Babilônia, tinha 10 vezes mais sabedoria e inteligência que os outros.

6. Ter lealdade e fidelidade – leal é aquele que não volta atrás no meio da caminhada e conserva a sua palavra.

7. Ser guerreiro e perseverante – o guerreiro não tem medo, não fica fora do campo de batalha, luta pela satisfação da vitória.

 A PROSPERIDADE NA TERRA DO ÍMPIO FARÁ NA SUA VIDA:

1. Você nunca mais terá interrupção no suprimento. Isto significa que o Senhor, todos os dias, preparará um livramento poderoso. O maná não vai faltar em sua vida. Prosperidade é o recurso, é a habilidade para fazer e também é o livramento que vem do Senhor. Sempre que você estiver disposto, Deus vai te prosperar.

2. Garantias de sucesso – Sl. 1:1-3

3. Você fica grato à Deus e passa a andar de acordo com o que já alcançou. – O diabo, através da religião, quer parar a Obra; ele quer roubar a prosperidade. Seja grato pelo livramento, mas ande de acordo com a prosperidade que Deus te dá. – Você pode passar por lutas, mas Deus vai te levar por caminhos de vitória. – Leia Fp. 3:8-16 – Js. 1:8

ENTENDA QUE, SENDO PRÓSPERO NO REINO:

1º – Eu tiro do ímpio e do corrupto e abençôo minha família e povo.

2º – Eu levo os ímpios a trabalhar muito pelo Reino de Deus.

3º – Eu e meus amados vamos desfrutar da prosperidade do ímpio.

4º – O meu trabalho terá o reconhecimento dos reis da Terra.

5º -A minha porção e a do meu povo será transbordante.

Declare: “Eu profetizo que eu e a minha casa seremos prósperos na terra do inimigo, pois usarei a prosperidade para fazer crescer o reino de Deus e serei usado para ganhar almas para o Senhor Jesus. Aleluia! Ele é a minha salvação, tenho uma aliança com o Pai, com o Filho e com o Espírito Santo. Aleluia!”

portas_abertas

ORIENTAÇÕES 24º DIA – JEJUM DE ESTER – 24/11/12

novembro 23, 2012 in Pra Cristina Medeiros

FOCO DE 28 DIAS – JEJUM DE ESTER – 4ª ETAPA – 7 DIAS  - 22/11 a 28/11/2012

24º Dia – 24/Nov/2012 – SER RECONHECIDO COMO BENDITO – Et. 6:6-11 – Dt. 28: 1-6

VOCÊ SERÁ RECONHECIDO COMO BENDITO

- Reconhecer = achar que é o mesmo que era; admitir como verdadeiro, como certo.

- Bendito = Abençoado, aquele que é favorecido por alguém.

- Ester e Mordecai foram reconhecidos como pessoas abençoadas por Deus. – No mundo se fala de sorte, que aquela pessoa que consegue realizar e conquistar algumas coisas é porque tem sorte. Nós temos a benção do Senhor, que faz a diferença na nossa vida. Leia Pv. 10:22

BENDITO É AQUELE QUE:

1º- Que medita na Palavra de Deus – Js. 1:8 – I Tm. 4:15

2º- Que tem mãos limpas e coração puro – Sl. 24:3-5

3º- Que confia no Senhor – Jr. 17:7

4º- Que vem em nome do Senhor – Sl. 118:26

POR CAUSA DAS BENÇÃOS DE DEUS:

1º- Eu serei bendito em todos os lugares – Dt. 28:3

2º- Eu terei frutos benditos – Dt. 28:4

3º- A minha dispensa vai sobejar, pois é bendita – Dt. 28:5

4º- Eu serei bendito ao entrar e ao sair – Dt. 28:6 – Sl. 121:8

- Leia em Nm. 23:19, 20 – O maior desejo de Deus é abençoar o homem. Deus se alegra em ver o homem abençoado.

Declare: Eu profetizo que vou receber em todos os lugares que for, o reconhecimento como bendito de Deus, e até aqueles que não crêem em mim e que não me reconheceram, me reconhecerão. Profetizo que a benção de Mordecai, de Ester, do Purim está sobre a minha vida e sobre a minha família. Sou bendito! Em nome de Jesus, amém!

portas_abertas

ORIENTAÇÕES 23º DIA – JEJUM DE ESTER – 23/11/12

novembro 22, 2012 in Pra Cristina Medeiros

FOCO DE 28 DIAS – JEJUM DE ESTER – 4ª ETAPA – 7 DIAS  - 22/11 a 28/11/2012

23º Dia – 23/Nov/2012 – MUDAR O DIA DA DESTRUIÇÃO EM VITÓRIA – ET. 7:1-10 – 9:1

ESTA FORCA NÃO NOS PERTENCE

- O inimigo tem uma maneira de agir, e a sua maneira de agir é a intimidação. Mordecai era um homem estrategista de Deus.O inimigo imaginou que a única condição de pará-lo seria tirar a sua própria vida, colocá-lo numa forca e impedi-lo de continuar a ser o homem a quem Deus havia ungido. O inimigo coloca ameaças que são físicas para que venhamos retroceder e entregarmos os pontos e sairmos da nossa posição. Mas, o Senhor deseja exatamente o contrário disso e você é capaz!

- II Cr. 20:17 – Nós temos que tomar posição para vermos o livramento de Deus.
- Hb. 10:38, 39 Is. 1:19 – Quando nós ouvimos ao Senhor em meio à luta, não há possibilidade de retroceder. Satanás reconhece a unção que está sobre você. Somos respeitados no mundo espiritual por aquilo que o Senhor derrama nas nossas vidas.
PORQUE HAMÃ QUERIA DESTRUIR A MORDECAI

1º- Porque ele desprezou a Mordecai - O desprezo de Hamã foi o mesmo que o povo havia dado a Jesus Cristo. Muitas vezes, o desprezo que satanás coloca é por pessoas que se acham superiores. Satanás usa as pessoas. Usou Hamã para desprezar a Mordecai. - I Co. 1:28 – Há uma lei espiritual – Jesus Cristo foi desprezado, para que o desprezo Dele pudesse trazer o livramento. Quantos mais nós formos desprezados, mais livramentos haverá nas nossas vidas. Quando mais o diabo nos quiser colocar no chão, mais Deus vai nos levantar. Quanto mais o inferno tentar nos impedir de realizar a obra, mais Deus vai nos transformar num trator espiritual. A unção que está sobre você é a unção de Mordecai. Conosco só vai acontecer o que Deus quer e o que Deus quer é nos honrar.

2º- Porque Hamã sabia que se ele matasse a Mordecai, não haveria livramento para os judeus – Mordecai era o homem-chave para o grande livramento que viria. Somos homens-chave no plano de Deus. O diabo quer nos matar espiritualmente, porque somos homens-chave no plano de Deus – vamos ser um instrumento poderoso de Deus.

- O diabo não vai matar os nossos sonhos, impedir a nossa caminhada e nos intimidar, pelo contrário, nós vamos esmagar a cabeça do diabo. – Um homem-chave, Deus enche de estratégias do Espírito. Deus pegou os doze apóstolos e os fez homens-chave no plano de Deus. É por isso que muitas vezes enfrentamos uma oposição muito grande.

- O diabo pensava que matando a Jesus, ele poderia impedir o cristianismo, mas pelo contrário, ele estava antecipando a ressurreição. No nosso pescoço, o diabo nunca vai colocar a corda.
- I Jo 4:4 - Quando o Senhor determina que o milagre vai acontecer, ninguém pode falar contra isso.

3º- Porque o diabo sempre festeja antecipadamente - O diabo sempre festeja na hora errada – ele sempre faz a festa antes da hora. – Ver o inimigo na forca que ele preparou significa que o Senhor transforma a maldição em bênção. – Ne. 13: 2 – A festa do diabo dura só três dias, porque o terceiro dia é o dia da ressurreição – Hoje acabou a festa do diabo, porque o Senhor está transformando a nossa vida, os nossos caminhos. Ver o inimigo na forca que ele preparou quer dizer que o diabo não brinca mais com a nossa vida.

PARA MUDAR O DIA DA DESTRUIÇÃO EM VITÓRIA, DEUS USA ESTRATÉGIAS, COMO:

1º- O inimigo vai morrer na arma e no instrumento que ele tentou usar contra a sua vida - I Sm. 17:45 e 51 – Golias veio contra Davi com uma lança, uma espada. Espiritualmente aquela era a forca de Davi. – Só que há um princípio espiritual e uma lei espiritual imutável contida no ataque de Hamã contra Mordecai, na afronta de Golias em relação a Davi, em muitos momentos da Palavra e nos dias de hoje – O NOSSO LIVRAMENTO ESTÁ NAS MÃOS DO INIMIGO. – Com a espada que Golias usaria contra Davi, Davi cortou a cabeça do gigante. Na forca que Hamã havia preparado para Mordecai, o seu pescoço foi colocado ali. – O que o diabo preparou contra você, Deus vai usar para destruir o diabo. Naquilo que o diabo preparou contra você, Deus vai usar para matá-lo. Deus vai usar as armas do inimigo para honrar a sua vida, o seu povo.

 2º- O Senhor vai nos dar livramento pela graça diante do Rei. - A unção nos faz ter graça. O Rei tinha encontrado em Mordecai um homem fiel. Os apóstolos eram odiados pelos religiosos, porém achavam graça diante do povo. Uma coisa que o diabo não pode tirar de nós é a graça que nós temos. – Deus desvenda os planos do diabo para que nós achemos graça. A graça nos dá livramentos.

3º- Deus coloca em desgraça o inimigo. - A graça do povo de Deus é a desgraça do inferno. I Co. 2:11-13 – A grande diferença entre Hamã e Mordecai é que Hamã tinha o espírito do mundo e estava a serviço do diabo. Mordecai tinha o Espírito de Deus e estava a serviço de Deus. Quem tem o espírito do mundo não pode viver livramentos. Porque há uma lei do livramento de Deus – Deus não livra o sujo.

4º- A arma do inimigo está nas suas mãos. - Is. 54:17 – Esta forca não nos pertence. Assim foi com Mordecai, assim foi na Palavra, assim será com você! – Os homens que lançaram Daniel na cova, morreram nela – Daniel 6:24. – Esta é a nossa verdade – a fornalha, a sepultura, o poço, etc… Só irão nos levar ao lugar da nossa constituição. A forca é o degrau e o trampolim que nos leva a reinar. – A área da tua vida em que você mais tem tido lutas, será a área da tua vida em que mais Deus vai te honrar. Quando esta luta terminar, você estará melhor do que está hoje. – Sl. 57:6.

Declare: Eu recebo o poder da palavra para transformar o dia da destruição em dia de vitória. Profetizo que a forca que me foi armada será usada por aqueles que querem o meu mal. Profetizo um tempo de grandes realizações na minha vida, em nome de Jesus. Amém!

portas_abertas

 

ORIENTAÇÕES 22º DIA – JEJUM DE ESTER – 22/11/12

novembro 22, 2012 in Pra Cristina Medeiros

FOCO DE 28 DIAS – JEJUM DE ESTER – 4ª ETAPA – 7 DIAS  - 22/11 a 28/11/2012

22º Dia –22/Nov/2012 –CONQUISTAR: ALEGRIA, REGOZIJO, GOZO E HONRA –Et. 9:17-18, 22 e 31

- A alegria, regozijo, gozo e honra faz parte do DNA do homem de Deus. Para isso o homem foi formado, para se alegrar, se multiplicar e ter eterna gratidão pela festa. Jesus é aquele que nos dá essa alegria, emana do seu poder em nós como diz o apóstolo Paulo em Efésios 3:20, produzindo força em meio a adversidade.

- Ne 8:10 – declara que a alegria do Senhor é a vossa força, aliás o fruto do espírito traz essa alegria em nós que está acima de todo luto e tristeza demoníaca, produzindo mais e mais, atraindo um banquete, porque conquistar é isso mesmo até na tristeza vivo a alegria, até na provação vivo a alegria, e manifesto aquilo que Jesus manifestou em seu primeiro milagre, talhas cheias de águas renovadoras, transformadas em vinho de alegria, o melhor vinho, o vinho novo, a alegria nova para cada dia e lugar. Leia Tg. 1:2

- A alegria do povo judeu na Pérsia foi conquistada, após a perseguição, a sentença e o combate, puderam celebrar o Purim.

CELEBRO A ALEGRIA, REGOZIGO, GOZO E HONRA ATRAVÉS DE JESUS

- Jo. 7:1-8 - Jesus já havia se manifestado em Caná da Galiléia, mas a incredulidade dos irmãos de Jesus não deixava que os mesmos vivessem a festa e o banquete de João 2:1-8, é por isso que a celebração da alegria faz parte de algo especial de Deus para a vida do homem. Deus não quer que você fique privado por nenhuma artimanha de satanás como: reputação, justificação, precipitação e até mesmo justiça própria. Jesus foi para Judéia no momento certo, quem tem alegria, quem tem gozo, determina o tempo e modo.

Declare: Eu profetizo que hoje recebo o poder de Deus para conquistar como nunca conquistei. Declaro que o Rei Jesus me delega autoridade para desbancar a Hamã e seus enviados e receber tudo que lhe pertence. Profetizo que vou viver a celebração da alegria, do regozijo e da honra em nome de Jesus. Amém!

POSSO IR PARA A FESTA, ALEGRIA ESTÁ EM MIM, QUANDO:

1) Quando estou pleno da mesmaFp. 4:4-7 - Não permita que a sua conquista seja pela metade, busque a plenitude da alegria.

2) Quando o melhor da alegria está em mimJo. 2:9 – O primeiro milagre de Jesus foi num lugar propício para alegria, num casamento. Transforme os ambientes da tua vida, porque o melhor do povo de Deus é essa alegria, regozijo, gozo e honra, quando você pensa que não vai ter mais jeito, creia, aparecerá o tempo da festa.

3) Quando eu crio um ambiente de alegria Jo. 2:10 - Sabe o que satanás esperava do povo judeu, que eles não tivessem mais forças para festejar, mas só posso viver alegria, quando armazeno dentro de mim, expulsando todas as manifestações da angústia e do choro. Comece a expulsar agora, vai haver farto banquete para tua vida, tome posse em nome de Jesus.

4) Transforme a adversidade, o choro, tudo na maior alegria da tua vidaAp. 22:17 – O maior ingrediente para a transformação é a entrega. Sua vida nas mãos certas, virará algo inexplicável, entregue hoje os teus dias de choro, ansiedade e até de falta de paz, para sair deste tempo para uma grande festa. Jesus é a razão da tua alegria!

portas_abertas

 

ORIENTAÇÕES 21º DIA – JEJUM DE ESTER – 21/11/12

novembro 20, 2012 in Pra Cristina Medeiros

FOCO DE 28 DIAS – JEJUM DE ESTER – 3ª ETAPA – 7 DIAS – 15/11 à 21/11/12

21º Dia – 21/Nov/2012 – FAZENDO PARTE DA MUDANÇA DE SORTE – Et. 8:6-8, 11, 12

- Sorte significa força que determina ou regula tudo quanto ocorre, e cuja causa se atribui ao acaso das circunstâncias ou a uma suposta predestinação. Destino, sina, adversidade, fatalidade; má sorte. – Espiritualmente significa o destino que o diabo impõe, pois desde o Éden o inimigo vem sentenciando o homem, com o plano de destruir tudo que foi estabelecido pelo Senhor Deus. A perda de soberania em Adão levou o homem a andar caído e aceitar a sentença do inimigo. Através de Hamã a maldição do pur foi lançada de tal forma que a destruição atingiria a Mordecai, Ester e todo o povo judeu para consumi-los completamente. O pur era uma sentença de morte, sem alternativas de saída.

- As estratégias do diabo para não vivermos a mudança de sorte – II Co. 2:11 – Gl. 6:7, 8
- A nossa santidade é primordial nessa guerra porque obviamente se fizermos a vontade do diabo, colheremos a vontade do diabo. Ele tenta nos fazer enxergar que não há alternativas. Nos faz ignorar os seus desígnios. Atraindo para os mesmos. Fazendo desprezar o mundo espiritual. Não permite perspectiva de vitória. Tirando-nos do campo de batalha. É o pur do diabo. – E como conseqüência abrirmos mão do chamado, da santidade e do caminho com Deus. – Mas, Mordecai e Ester não eram apenas escravos judeus, que viveram num primeiro momento a má sorte porque viveram nas mãos do inimigo, vendo-o ocupar o lugar que lhes pertencia, tendo seus bens saqueados, sem poder dizer nada, sabendo haver uma sentença de morte. Submetendo-se a usar vestes de tristeza. Sem futuro familiar, tendo suas vidas marcadas pelo insucesso. Eles viveram tudo isso, porém, se mobilizaram debaixo do envio – do chamado que o Senhor os havia feito. – Deus sempre nos dá uma nova oportunidade. As sentenças são afastadas quando tomamos um posicionamento espiritual. Mudando a Sorte e quebrando o destino que satanás havia colocado para destruir a nossa vida. – Ainda que Mordecai e Ester vivessem no exílio, creram no resgate da sua soberania e trouxeram para o seu povo a mudança de sorte.

- A mudança de sorte consiste em:

- Deus pegar a própria condição contrária para transformar a maldição em bênção – a palavra Purim (mudança de sorte) deriva da palavra Pur (sorte). Significa que da própria maldição Deus vai produzir em nós o milagre. Por isso nada é definitivo em nossas vidas, a não ser aquilo que vem de Deus!

- Deus opera essa mudança de sorte da seguinte maneira:

1º – MUDANDO A NOSSA PRÓPRIA VISÃO PESSOAL:

a) Tendo visão empreendedora e ousada –  Mordecai enxergou o que ninguém enxergou – que Ester poderia ser rainha; Só pode ter a sorte mudada aquele que consegue captar uma visão de Deus (se os teus olhos forem bons…) A visão de Deus muda todas as coisas.
· Qual era o status pessoal de Ester? Escrava! Quais são as perspectivas de uma escrava?  não muda nunca – nem vai mudar. Deus mudou uma peça chave: colocou Ester num concurso de rainha – a partir daí tudo mudou, a começar de condição pessoal dela, Ester. Mas pra que essa condição pessoal pudesse mudar foram necessários alguns fatores que nós precisamos para viver essa mudança de sorte.

b) Tendo iniciativa. Alem de enxergar, Mordecai teve a iniciativa ousada de inscrever Ester no concurso. Muitos só enxergam – sonham – contemplam de longe, mas a iniciativa (no Senhor) que temos, Deus usa para mudar a nossa sorte; Uma pessoa de iniciativas é uma pessoa de sucesso.

c) Tendo desprendimento (estar desembaraçado da sua própria condição – vencer a si mesmo). Ester, para ser rainha, precisava estar livre do estigma. Não podia ser uma escrava no espírito, ter a mente de escravidão. Ester precisava ser uma pessoa liberada. É impressionante – porque na condição dela – podia ser uma pessoa problemática, revoltada, cheia de traumas, pesada, mas não – Ester estava pronta (“acabou meu tempo de escrava? Amém. Agora vou reinar. Vamos lá. Eu estou na bênção e na vontade de Deus”). Se você estiver pronto, Deus vai mudar a tua sorte diante dos teus olhos!!!

2º- DEUS MUDA NOSSA SORTE, MUDANDO A SORTE DO INIMIGO:

· Quem era Hamã? O todo poderoso da Pérsia – mandava prender e mandava soltar – todo mundo tinha que se inclinar diante dele como se fosse o rei. E, o pior, esse homem todo cheio de poder era inimigo do povo de Deus. Quem já teve um inimigo como Hamã? É só Deus fazendo uma obra mesmo! Não tem chance humana (além de tudo ele ainda era amigo do rei!). Só que acima de Hamã, acima do próprio rei, tinha um Deus poderoso que interferia! E nós temos um Deus poderoso que interfere pra mudar a nossa sorte. Amém!

Quem era Mordecai? Um anônimo. Um ninguém. Até que um dia Deus incomodou o rei Assuero – começou a ler as crônicas… Deus mudou tudo – Mordecai ficou conhecido por causa da sua fidelidade, Ester alcançou graça e se tornou rainha – e Hamã? Hamã começou a cair em desgraça diante da unção e por fim, quando já estava caindo tropeçou em Ester! Is 10: 27 – “a unção despedaça…” O diabo tropeçou na pessoa errada! Você vai viver Dt 28:7 – Amém!

3º- DEUS MUDA A NOSSA SORTE, DANDO GRAÇA DIANTE DO REI:

O rei Assuero amou a Ester. Essa graça vem do Senhor – Ele é quem coloca do Seu próprio sentimento no interior das pessoas que se relacionam conosco a fim de que sejamos abençoados, para que as portas impossíveis se abram. Profetizamos que o Senhor está te dando graça diante dos homens – diante dos teus familiares – diante dos poderosos da terra e as portas vão se abrir, em nome de Jesus! Leia Mq. 2:13.

- Quando Deus muda a sorte, dessa maneira também mudam:

1)    Os relacionamentos;

2) A condição pessoal;

3) As perspectivas;

4) A expectativa dos sonhos;

5) A condição financeira;

6) Tudo.

- Quando conscientemente desejamos fazer parte da mudança de sorte – Sf. 3:15-20
A postura vitoriosa de Mordecai, desde o primeiro momento de nunca ter se dobrado diante de Hamã, garantiu a vitória para ele e todo o povo judeu. Mordecai e Ester em todo tempo tiveram um posicionamento de fé. Et. 3:2 – Não se dobraram diante das más noticias. Entenderam que a promessa é maior do que a adversidade. Na verdade quem anda na dependência do Senhor enxerga a Sua Glória. E quando nós nos revestimos da Autoridade que estava sobre Mordecai e Ester, temos duas atitudes:

1 – Não brincamos com Deus, mas tomamos posse das verdades espirituais.
2 – Plantamos a vontade do Senhor em nós, para que o Seu desejo se derrame sobre nós.

E o Senhor mudará a nossa sorte da seguinte maneira:

1º – Quebrando as sentenças do diabo que eram contra nós. Ou seja, tudo aquilo que é para o mundo um padrão não serve em nós. De escrava a rainha. De mendigo a primeiro ministro.

2º – Mudando a lei para nos abençoar e nos beneficiar. Até mesmo aquelas que ele mesmo estabeleceu. Exemplo: Mandar o sol e a lua pararem, leão não comer carne, um homem andar por sobre o mar, fogo não queimar o corpo, o mar se abrir…

3º – Rasgando os diagnósticos para mudar a nossa sorte – Cl. 2:14

 

- Atitudes que nos acontece quando sabemos que o futuro está em nossas mãos e que fazemos parte da mudança de sorte:

1 – Resgatamos a alegria e não nos dobramos diante das tristezas – Et. 9:22 – A alegria que eles viveram foi resultado da obra impossível que foi realizada, no mesmo dia da sentença de morte, veio o grito de alegria. Sl. 30:5 – Porque não passa de um momento a sua ira; o seu favor dura a vida inteira. Ao anoitecer, pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã. O Senhor é o nosso livramento. Ele cria para nós alegria – Is. 65:18. Deus muda o nosso semblante – Pv. 15:13

2 – Passamos a viver a festa, o luto já não existe mais – Et. 9:19 – O tempo de festa marcado pelo Purim foi efetivado para ser celebrada perpetuamente – Et. 9: 28 e que estes dias seriam lembrados e comemorados geração após geração, por todas as famílias, em todas as províncias e em todas as cidades, e que estes dias de Purim jamais caducariam entre os judeus, e que a memória deles jamais se extinguiria entre os seus descendentes., o som festivo estaria presente para sempre, isto jamais caducaria. O luto é um tempo definido para chorar pela morte, mas a festa não tem tempo para acabar. Nós celebramos porque temos muitas realizações. A mudança de sorte chega para nós trazendo a marca de grandes realizações. – Leia: Is. 61:3

3 – Vivemos a paz e não deixamos de celebrar cada conquista – Et. 9:22 - Vivemos a paz, pois os nossos inimigos estão debaixo dos nossos pés, não tem mais perturbação, nem intimidação, este é o tempo de paz – Fp. 4:9. A celebração do povo de Israel foi acima dos despojos conquistados dos que queriam ameaçá-los, esta mudança de sorte está sobre a nossa vida hoje, é tempo da nossa honra.
- Quando o Senhor derrama desse poder se manifestam as bênçãos da mudança de sorte:
1 – Autoridade para profetizar no vale de ossos secos. Fomos salvos pelo poder da ressurreição.
2 – Temos um futuro abençoado, haverá bom futuro. Ou seja, a verdade de Deus suplantará todas as nossas dificuldades.

3 – Temos sonhos, porque renascemos no Senhor. O Senhor já mudou a nossa sorte. A nossa sorte foi mudada, significando a ressurreição e nossa nova vida no Senhor. Servimos ao Deus que nos dá sonhos. Leia Et. 8:16

Declare: “Toda enfermidade na alma, toda enfermidade no corpo, espírito de pessimismo e tristeza já não tem espaço em minha vida, porque esse espaço foi totalmente ocupado pela alegria do Senhor e pela minha salvação. Hoje a minha mudança de sorte traz: ressurreição, resgate de tudo aquilo que o diabo me roubou e a completa certeza de que Deus está no controle da minha vida. ”

- A ordenança de Mordecai foi que se comemorasse com grande festa o Dia do Purim (da mudança de sorte) – que se fizesse banquetes… e a ordenança de Deus para o Seu povo é esta: que nós façamos festa pela mudança de sorte que Ele já nos deu;

- Porque viver a mudança de sorte passa por uma ação profética nossa. E agora, profeticamente, nós vamos fazer uma grande festa para celebrar a mudança de sorte que o Senhor já nos deu – ministerialmente, financeiramente, no casamento, na família, no corpo, na alma!

- Vamos comemorar a mudança de sorte nas verdades de:

- Fp. 1:6 e Rm. 8:31, 32 – Ele já nos deu a salvação, agora Ele vai completar a obra em todas as áreas da nossa vida!!!

Que o Senhor continua a te abençoar e a te fortalecer para juntos nos dias 27 e 28/02 estarmos celebrando a Festa de Purim, declarando os grandes feitos do Senhor em nossas vidas. Continue neste mover e receba as bênçãos que o Pai já tem liberado para as suas vidas e famílias. Faça a sua parte!

COROA ESTER